Todos

Argentina cumpre meta fiscal acertada com FMI

A Argentina registrou um superávit fiscal primário de 30 bilhões de pesos (US$ 719 milhões) no primeiro semestre desse ano. O valor é maior que a meta estabelecida pelo FMI, de 20 bilhões de pesos. O ministro da Fazenda do país, Nicolás Dujovne, anunciou hoje os números e destacou o forte contrate em comparação com os resultados fiscais do primeiro semestre do ano passado, um déficit primário de 105 bilhões de pesos (US$ 2,5 bilhões). “É a primeira vez em oito anos que o setor público nacional não financeiro tem um primeiro semestre com superávit”, comemorou.
Compartilhe nas redes sociais:

Comment here