BrasilNegóciosTodos

Azul apresenta prejuízo de R$ 2,9 bilhões no trimestre e as ações caem 3,8%

As ações da Azul reagiram negativamente ao prejuízo líquido de R$ 2,9 bilhões registrado pela companhia no 2º trimestre do ano. Os papéis fecharam em queda de 3,8%, atingindo R$ 22,00 por ação. A companhia reverteu seu lucro líquido de 351,6 milhões registrado no mesmo período de 2019, em resultado fortemente afetado pelas medidas de isolamento social, além de efeito cambial. “O segundo trimestre de 2020 foi, sem dúvida, o mais desafiador da história da aviação”, afirmou o presidente da companhia aérea, John Rodgerson, no material de divulgação do balanço nesta quinta-feira. No segundo trimestre, a receita líquida total somou 401,6 milhões de reais, um tombo de 85% sobre o faturamento de um ano antes. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou negativo em 324,3 milhões de reais, ante resultado positivo de 733,2 milhões no segundo trimestre do ano passado. (Money Times)

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here