BrasilJustiçaPolíticaTodos

Bolsonaro confirma indicação de Kassio Nunes Marques para o STF, o Centrão tomou posse do Planalto Central

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na noite desta quinta-feira que sairá no Diário Oficial da União desta sexta-feira a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), para o Supremo Tribunal Federal (STF), em vaga que será aberta com a aposentadoria no dia 13 do decano da corte, o sopa de letrinhas jurídicas Celso de Mello. Em transmissão nas redes sociais, Bolsonaro defendeu a escolha do desembargador ao STF. Disse que ele está “levando tiro”, o que qualquer um indicado para o posto vai levar, mas destacou que ele tem um “excelente currículo”.

Esse Kassio Nunes Marques levará para o Supremo uma marca original indesculpável, ele se tornou desembargador federal por indicação pelo quinto constitucional da OAB. E foi nomeado pela petista mulher sapiens Dilma Rousseff.

O quinto constitucional é mais uma daquelas barbáries praticadas pela Constituição de 88, que instaurou a corrupção nas mais altas cortes do Brasil, por conta das indicações políticas feitas pela advocacia e pelos ministérios públicos. São indicações que se prestam a toda sorte de troca de favores não republicanos. Além disso, ele é notoriamente vinculado ao político Ciro Nogueira, habitual figurante em inquéritos da Operação Lava Jato.

A indicação é lastimável sob todos os aspectos, uma tremenda frustração para todos aqueles no Brasil que esperavam de Jair Bolsonaro uma intervenção firme na mudança de hábitos no País. O Centrão, definitivamente, tomou posse no Planalto Central. E essa nomeação, por último, confirma que a vontade popular nas urnas é sempre roubada a seguir pela classe política venal e corrupta que domina o País em qualquer governo.

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here