BrasilSaúde e MedicinaTodos

Brasil já recebeu a primeira carga de testes para o virus da China, o coronavirus

O Brasil recebeu nesta segunda-feira, em vôo de Boeing comercial da Alitália, a primeira carga de 5 milhões de testes rápidos para a detecção do virus da China, o coronavirus (Covid 19. A carga foi imediatamente liberada no aeroporto, assim que baixou do porão do avião, e conduzida para o Centro de Logística do Ministério da Saúde. Dali, ato contínuo, já houve uma grande distribuição de testes para o município de São Paulo, epicentro no Brasil da peste da China. Com 14 mil testes de coronavírus na fila, demanda no Instituto Adolfo Lutz é o triplo da capacidade atual de análise.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo, cerca de 1.200 testes chegam ao laboratório por dia, mas só 400 resultados são liberados diariamente. O governo estadual prevê expandir capacidade para 1.800 testes ao dia até a segunda quinzena de abril. No sábado, o número era de 12 mil testes. Para tentar reduzir esse gargalo, o governo estadual e a Prefeitura de São Paulo dizem que estão implementando medidas que devem ampliar o número de testes processados por dia para 10 mil em meados de abril.

O Instituto Butantan está produzindo mais mil testes por dia. Enquanto isso, todos os dias veículos de prefeituras da região Metropolitana se deslocam até a sede do instituto, no complexo do Hospital das Clínicas, para entregar mais amostras coletadas dos pacientes com sintomas graves e profissionais de saúde potencialmente infectados.Funcionários de municípios estão viajando diariamente a São Paulo e gastam entre seis e sete horas aguardando sua vez para cadastrar os novos pedidos de exame.

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here