BrasilDireitos HumanosJustiçaTodos

Ex-presidente de Corte de Direitos Humanos condenado por agredir a ex-mulher

O advogado Roberto Caldas, ex-presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), foi condenado hoje por agredir a ex-mulher, Michella Marys. Na sentença, a juíza Jorgina de Oliveira estabeleceu a pena em 5 meses de prisão, mas autorizou a substituição por prestação de serviços à comunidade. Caldas foi condenado por vias de fato, ameaça e constrangimento ilegal. Na galega, porrada na cara. Muito humano, o advogado defensor dos direitos humanos.

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here