BrasilEnergiaGovernoTodos

Governo paulista concede Usina de Traição por R$ 280 milhões

O consórcio Usina São Paulo venceu a licitação para a concessão da antiga Usina de Traição, agora chamada Usina São Paulo, que fica às margens e sobre o rio Pinheiros, na capital. A proposta vencedora foi de R$ 280 milhões. O certame foi conduzido pela Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE). O critério para julgamento das propostas era obter o maior preço ofertado para a parcela (outorga) fixa. O prazo de concessão é até novembro de 2042.

Segundo o governo paulista, o Consórcio Usina São Paulo é formado pelas empresas Kallis Administração e Participações Eireli, Nacional Shopping Planejamentos e Reestruturação de Shopping Center Ltda e Concessões e Participações BR Ltda. Segundo o governador de São Paulo, João Doria, com a concessão, o governo vai economizar R$ 12 milhões por ano com custos de manutenção da usina. A concessão da usina faz parte do plano de revitalização do Rio Pinheiros, na capital paulista.

A idéia do governo de São Paulo é criar áreas de convivência no entorno do rio. No local devem ser implantados um mirante, bares, lanchonetes, escritórios e lojas, além de serem instaladas passarelas para pedestres e bicicletas. Segundo o governador tucano João Doria, as obras devem ser entregues em 2022. (Ag. BR)

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here