MundoPolíciaTodos

Hacker invade 772 webcams em vários países para ver mulheres nuas

O FBI emitiu um alerta de que Christopher Taylor, um homem inglês, está sendo procurado pela polícia federal estadunidense após descoberta de que ele havia hackeado 772 webcams de mulheres em 39 países. As informações foram divulgadas nesta terça-feira (27) pela Justiça Britânica. Os Estados Unidos pediram extradição do homem para que ele seja julgado no país.

Conforme o FBI, Taylor induzia as vítimas a acessarem um link que instalava secretamente um software que dava acesso às imagens. A investigação descobriu que havia registros de mulheres dos Estados Unidos praticando atividades sexuais guardados no HD do hacker. As invasões teriam ocorrido entre agosto de 2012 e julho de 2015, conforme a polícia dos Estados Unidos. Taylor admitiu os crimes ao ser interrogado pela Polícia de Manchester, em parceria com agentes do FBI. Ele pode ser condenado a até 20 anos de prisão.

De acordo com o jornal britânico “Dayli Mail”, o homem e a esposa ameaçaram cometer suicídio caso a extradição aos Estados Unidos seja aprovada durante declaração a um Juiz em Londres. “Eu ficaria muito preocupada com o que pudesse acontecer com ele lá nos Estados Unidos porque vi programas sobre prisões americanas”, disse a esposa do hacker.

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here