BrasilSaúde e MedicinaTodos

Hospital das Clínicas de Porto Alegre começa a desmontar estrutura para combater o coronavirus

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre está autorizado a iniciar o processo de modificação da estrutura destinada exclusivamente ao tratamento de pacientes acometidos pela Covid-19. Com a medida da prefeitura, a instituição hospitalar começou a partir desta terça-feira o processo de redefinição de 13 leitos para ampliar os serviços de procedimentos e cirurgias eletivas de outras especialidades.

A reorganização de parte da estrutura ocorre devido ao cenário epidemiológico da capital do Rio Grande do Sul. A Secretaria Municipal de Saúde tem registrado queda no número de casos confirmados nas últimas semanas, além de redução e estabilização da taxa de ocupação de UTIs Covid. O Hospital de Clínicas chegou a disponibilizar 105 leitos críticos dedicados ao atendimento de pacientes com a doença, sendo que hoje a ocupação é de 71 confirmados e quatro suspeitos.

O tempo médio de regulação para leitos de UTI em Porto Alegre se manteve em sete horas desde março deste ano. A rede de leitos de UTI Covid de Porto Alegre seguirá sendo avaliada semanalmente pelas equipes técnicas da secretaria com o objetivo de garantir o equilíbrio de atendimento de todas demandas para reduzir o tempo de espera.

O número de atendimentos nas tendas de testagem tem apresentado queda e estabilização nas últimas sete semanas. A média diária de atendimentos, que chegou a 236 na semana entre 27 de julho e 2 de agosto, ficou em 190 na semana de 14 a 20 de setembro.

Nas unidades de saúde, segue a tendência de redução dos atendimentos por síndromes gripais. A média diária na semana entre 27 de julho e 2 de agosto foi de 331,8, enquanto na semana de 14 a 20 de setembro foram 212,4 atendimentos.

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here