Direitos HumanosMundoTodos

Leopoldo Lopez chega a Madri e chama o ditador comunista Nicolás Maduro de “criminoso” e “assassino”

O ditador comunista genocida e narcotraficante venezuelano, Nicolás Maduro, é um “criminoso” que lidera uma “ditadura”, acusou o líder da oposição, Leopoldo López, nesta terça-feira (27), em seu primeiro ato público em Madri, após deixar seu país no fim de semana. “Está claro que a Venezuela é uma ditadura e ninguém hoje tem dúvidas de que Maduro é um criminoso, ele é um assassino”, disse López em entrevista coletiva, evocando um relatório da ONU apresentado em setembro que vincula Maduro a possíveis “crimes contra a humanidade”.

Afirmando que do exterior continuará a promover “eleições presidenciais livres” na Venezuela, López afirmou que é “responsabilidade dos venezuelanos, mas também do mundo livre fazer o que for possível para libertar a Venezuela”. O líder da oposição, de 49 anos, afirmou estar com “o coração partido” por ter deixado a Venezuela, mas guarda a “convicção de que vamos voltar a uma Venezuela livre”.

O opositor chegou a Madri no domingo após deixar clandestinamente a Venezuela, onde foi condenado a 14 anos de prisão em 2015, acusado de incitar à violência em protestos contra o ditador genocida e narcotraficante Nicolás Maduro, que deixaram 43 mortos e milhares de feridos. Em 2017, López foi para prisão domiciliar. Em 30 de abril de 2019, foi libertado por seus captores e participou de um fote movimento junto a seu parceiro político, o líder parlamentar Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela por aproximadamente cinquenta países, incluindo a Espanha.

Após o fracasso da operação, o carismático ex-prefeito do rico município de Chacao, em Caracas, refugiou-se na residência do embaixador espanhol na capital venezuelana, onde permaneceu por 18 meses até sua fuga no último fim de semana. Em Madri, voltou a se encontrar com o pai, o eurodeputado espanhol Leopoldo López Gil, sua esposa, Lilian Tintori – que chegou à cidade espanhola em junho de 2019 – e seus três filhos.

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here