BrasilPolíticaTodos

Lobista Paulo Marinho desiste de candidatura no Rio de Janeiro

O PSDB abriu mão de candidatura própria à prefeitura do Rio de Janeiro e decidiu apoiar Eduardo Paes, do DEM. O anúncio será formalizado na segunda-feira (14), na convenção tucana no Rio de Janeiro.

O lobista Paulo Marinho (suplente do senador Flavio Bolsonaro), que preside a sigla no Rio de Janeiro, era o pré-candidato tucano, mas desistiu de ser cabeça de chapa para que o PSDB integre a coligação de Eduardo Paes. Na verdade, esse é um rearranjo das elites empresariais e políticas do Rio de Janeiro, com articulação do advogado Sérgio Bermudez, padrinho de casamento de Paulo Marinho (a festa do casamento dele ocorreu na mansão de Bermudez, que também empregou Mariana Fux, a filha do novo presidente do STF, aliás, Luiz Fux foi o oficiante do casamento de Paulo Marinho).

O lobista Paulo Marinho disse que a divisão do “grupo político de centro” no Rio de Janeiro, em 2016, acabou resultando na eleição de Marcelo Crivella. Não podemos mais correr esse risco. Não se trata de questão ideológica ou partidária. A questão agora é salvar o Rio de Janeiro. Por isso entramos na coligação do Eduardo Paes”, afirmou o empresário. Os caras não ficam nem corados ao dizer coisas como essas. Eduardo Paes está denunciado pelo Ministério Público como implicado em desvios de recursos públicos quando esteve na prefeitura da cidade. E acredite quem quiser. No Rio de Janeiro, as elites só pensam em saquear cofres públicos.

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here