BrasilEconomiaPolíticaTodos

Mesmo com apoio de governadores, securitização de créditos tributários ainda divide deputados

No início do mês, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o “Botafogo” da planilha da propineira da muito corrupta empreiteira baiana Odebrecht, em encontro virtual promovido pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base, disse que é favorável à votação do projeto de lei complementar que possibilita a venda da dívida tributária parcelada da União, Estados e municípios (PLP 459/17).

A associação estima essa antecipação de receita em R$ 75 bilhões. Parte do dinheiro tem que ser destinado a investimentos. Na prática, o texto permite que terceiros cobrem os débitos pelos entes federados, comprando a dívida com desconto. Rodrigo “Botafogo” Maia lembrou que a medida tem apoio entre governadores, mas enfrenta resistências de algumas autoridades públicas da área de arrecadação e controle.

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here