MundoNegóciosTodos

Novo dono da Hamleys vai ampliar centenária loja de brinquedos em Londres

A Hamleys of London planeja reformar sua loja de referência na capital britânica, que vende desde ioiôs a kits de aeromodelismo, apesar da crise no varejo de brinquedos aprofundada pela Covid-19. O plano de expansão, que pode incluir a abertura de novas lojas, é um impulso para uma empresa que teve quatro proprietários em 15 anos e atua em um ramo altamente competitivo, onde cada vez mais vendas são realizadas online.

Outras varejistas do Reino Unido estão eliminando mais de 35.000 empregos, fechando lojas e investindo em estratégias digitais para tentar se recuperar de uma pandemia que mudou a forma de trabalhar e de fazer compras.

Longe de ser insensata, a expansão é sinal de confiança na marca e na estratégia, disse Sumeet Yadav, CEO de negócios globais de varejo da Reliance Brands. A subsidiária do conglomerado Reliance Industries, do bilionário indiano Mukesh Ambani, comprou a famosa marca há um ano por cerca de 70 milhões de libras esterlinas (US$ 92 milhões), poucos meses antes da chegada da Covid-19.

“A jornada tem sido bastante movimentada”, disse Sumeet Yadav, mas “não estamos desistindo de investimentos de longo prazo”. William Hamley fundou o empreendimento em 1760. Os últimos anos foram difíceis e proprietários anteriores, incluindo a francesa Ludendo Groupe e a chinesa C.Banner International, não conseguiram impulsionar as vendas ou a expansão global.

A Reliance Brands acredita que tem chances melhores porque administra a franquia Hamleys na Índia há uma década e tem grande afinidade com a marca. No entanto, já perdeu um CEO na loja de brinquedos: David Smith, que veio da rede de lojas de departamentos Debenhams, está de saída após apenas sete meses no cargo.

A Hamleys, que tem 179 lojas em 16 países, não dá lucro há um bom tempo. As demonstrações mais recentes, de 2019, mostram prejuízo de quase 10 milhões de libras sobre uma receita de aproximadamente 48 milhões de libras. A varejista está finalizando o projeto de reforma da loja de sete andares na Regent Street.

A empresa também quer abrir stands e lojas em Manchester, Liverpool e Newcastle, na Inglaterra, e se expandir para Europa Ocidental, Austrália, Estados Unidos e Canadá. A Covid criou alguns desafios práticos, incluindo restrições às demonstrações interativas de brinquedos. O website será relançado no final de 2020, aproveitando as vendas pelo canal digital que, segundo Sumeet Yadav, estão “nas alturas”. O executivo se recusou a revelar o investimento da Reliance, descrevendo a quantia como significativa e digna de uma marca com 260 anos de estrada. “A experiência Hamleys não pode ser diluída”, disse ele. (Bloomberg)

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here