OGX TERÁ PRAZO MAIOR PARA PAGAR BÔNUS DE LEILÃO DA ANP

A OGX tem agora até 20 de agosto, e não mais até o dia 30 de julho, para pagar 376 milhões de reais em bônus de assinatura dos 13 blocos arrematados na 11ª rodada de licitações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A mesma data vale para a entrega das garantias do programa exploratório mínimo, que foi igualmente postergada. A ANP estendeu nesta quarta-feira o prazo para todas as companhias. A diretoria da agência se reúne ainda nesta semana para decidir se aceita ou não a oferta da OGX de usar o petróleo do campo de Tubarão Martelo, que ainda não entrou em produção, como garantia. Não há impedimento técnico para a aceitação, segundo fonte da agência, mas o assunto ainda está em avaliação. Geralmente, apenas óleo em produção é oferecido como garantia. Segundo outra fonte da reguladora, a ANP vai levar em consideração, em sua decisão, o que for mais vantajoso para o País como um todo e para indústria do petróleo nacional em particular. Também está em análise dentro da agência a aprovação da venda, por 850 milhões de dólares, de 40% da participação de dois blocos da OGX à malaia Petronas. A OGX depende do pagamento da primeira parcela do negócio, de 250 milhões de dólares, para honrar compromissos com credores.

Compartilhe nas redes sociais: