BrasilGovernoSaúde e MedicinaTodos

Prefeitura tucana de São Paulo interdita mil lugares fora das regras na pandemia

A prefeitura tucana de São Paulo já interditou um total de 1.016 estabelecimentos durante a pandemia por descumprirem as regras vigentes para o combate à disseminação da covid-19. Desses, 616 são bares, restaurantes, lanchonetes e cafeterias. O valor da multa é de R$ 9.231,65, aplicada a cada 250 metros quadrados. Para voltar a funcionar, os estabelecimentos interditados devem solicitar a reabertura na subprefeitura da sua região. Na última sexta-feira (21) e no sábado (22), houve a interdição de 14 bares e restaurantes. Na sexta-feira foram interditados um na Sé, dois na Lapa e três em Pirituba. No sábado, foram dois em Pinheiros, um em Capela do Socorro, três em Pirituba, três na Sé e um em Santana.

De acordo com a prefeitura, as equipes fiscalizam diariamente os estabelecimentos que excedem o horário permitido pela legislação municipal e se estão disponibilizando mesas nas calçadas, com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Polícia Militar (PM). Essas quarentenas absurdas e criminosas, que condenam as pessoas a contaminações em casa, especialmente idosos, além de ditatoriais, servem também de política fiscal para as prefeituras, como meio para aumentarem arrecadação com multas absurdas. (Ag. BR)

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here