BrasilJustiçaPolíciaTodos

STJ mantém a prisão da ex-deputada federal Cristiane Brasil

O ministro Joel Ilan Paciornik, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiu hoje (22) manter a prisão da ex-deputada federal Cristiane Brasil. O ministro negou um habeas corpus protocolado pela defesa. Ela está presa desde 11 de setembro em função de investigações sobre um suposto esquema de desvio de recursos públicos em contratos da área de assistência social no Estado e no município do Rio de Janeiro, entre 2013 e 2018. Cristiane é filha do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson.

Segundo o Ministério Público, as investigações que levaram à prisão da ex-deputada constataram fraudes em contratos para diversos projetos sociais na Fundação Leão XIII, entidade estadual voltada para o atendimento a populações de baixa renda e moradores de rua do Rio de Janeiro, e também nas secretarias municipais de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida e de Proteção à Pessoa com Deficiência do Rio de Janeiro, de 2013 a 2018.

Ainda de acordo com o Ministério Público, a organização criminosa era composta por três núcleos, o empresarial, o político e o administrativo, atuando para que fossem direcionadas licitações no município do Rio de Janeiro e no Estado, visando à contratação fraudulenta das empresas Servlog Rio e Rio Mix 10, mediante o pagamento de propina a servidores públicos, que variava de 5% a 25% do valor do contrato. (Ag. BR)

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here