BrasilJustiçaPolíticaTodos

TRF4 mantém condenação de irmão de Requião, ex-CEO do porto de Paranaguá

O TRF-4, Porto Alegre, manteve condenação por improbidade administrativa imposta a Eduardo Requião de Mello e Silva, irmão do ex-senador Roberto Requião. A decisão considerou que, enquanto era superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Eduardo Requião barrou o embarque e o armazenamento de soja geneticamente modificada no porto de Paranaguá. A denúncia contra o irmão de Requião foi apresentada pelo Ministério Público Federal em 2009 e levou à sentença de pagamento de multa, suspensão de direitos políticos por três anos e proibição de firmar contratos públicos ou receber benefícios do governo direta ou indiretamente. Segundo o MPF, Eduardo Requião atentou contra os princípios da administração pública ao obstruir o embarque de soja por motivações pessoais e políticas.

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here