BrasilJustiçaTodos

Tribunal Penal Internacional arquiva denúncia de esquerdistas contra Bolsonaro

O chefe do Departamento de Informações e Evidências do Tribunal Penal Internacional, Mark P. Dillon, suspendeu o andamento de denúncias apresentadas contra Jair Bolsonaro. As acusações de crimes contra a humanidade deverão ficar paradas até que novos fatos surjam. “As informações enviadas serão mantidas em nossos arquivos, e a decisão de não proceder as investigações pode ser reconsiderada caso novos fatos ou evidências providenciem uma base razoável [de evidências] para acreditar que um crime sob a jurisdição da Corte foi cometido”, diz a decisão.

As acusações foram apresentadas desde o ano passado por “entidades de direitos humanos” que apontam violação à saúde de povos indígenas e da população em geral, especialmente em razão do desestímulo ao distanciamento social. A desembargadora Sylvia Steiner, ex-juíza da Corte, afirmou não ver elementos que configurem genocídio ou crime contra a humanidade.

Compartilhe nas redes sociais:

Comment here